alt

Santa Rita do Trivelato teve a honra em receber nesta segunda – feira, 06-04, lideranças estaduais e federal onde se reuniram no pavilhão da igreja católica para discutir o projeto da MT- 140, além de Santa Rita do Trivelato, também serão beneficiados os municípios de Nova Brasilândia,Nova Ubiratã, Boa Esperança, Planalto da Serra, entre outros.

A pavimentação e abertura de novos trechos da rodovia MT-140 Diminuirá em até 260 quilômetros de distancia para escoar a produção agrícola da região por meio da Ferronorte, em Rondonópolis, que levará a safra até o Porto de Santos. A associação dos Beneficiários da MT-140 vai doar ao governo o projeto executivo de pavimentação da rodovia, que custou a entidade aproximadamente de R$ 3 milhões, Após isso, o governo deve abrir a estrada nos trechos em que ela é apenas trilha.

O governador fez um compromisso de finalizar a rodovia, que é uma alternativa paralela a BR- 163. “Nos todos não aguentamos mais essas promessas. Desde 2003 as pessoas estão esperando essa rodovia. Não vim fazer promessa, vim fazer um compromisso”, declarou. A determinação para que a rodovia seja feita em parceria com os produtores rurais foi dada ao secretario de Infraestrutura e logística, Marcelo Duarte. Taques avalia que a pavimentação vai trazer desenvolvimento, tendo em vista que a rodovia é paralela a BR- 163, Sendo que as cidades cortadas por essas ultima impressionam por seus índices econômicos e de desenvolvimento humano.

Os empresários do agronegócio já fazem as contas de quanto poderão economizar. “A área de influencia da nossa rodovia de aproximadamente 215quilometros, vindo do entroncamento da BR-242 até Planalto da Serra, é de cerca de 750 mil hectares de soja e mais 400mil hectares de milho”. Isso sem falar nos benefícios indiretos da rodovia’’, disse o presidente da associação Ricardo Tomczyk, citando que a rodovia seria praticamente uma TRIPLICAÇÃO da BR-163.

Veja as fotos da visita: