alt

Tendo em vista nota divulgada pelo site de notícias MidiaJur, intitulada “Volta ao Passado”, a Presidência do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso esclarece que:

 

1- Não houve suspensão em definitivo do Processo Administrativo Eletrônico;

 

 

2- A suspensão ocorre em caráter temporário, para que a equipe técnica do Tribunal promova ajustes no sistema, a fim de torná-lo ainda mais transparente, ágil e eficiente;

 

3-     Em sua maioria, as decisões em Processos Administrativos Eletrônicos tratam de recursos públicos e devem ser adotadas em prazos exíguos. Para realizar eleições são necessárias centenas de licitações para compra de produtos e serviços, requisição de servidores de outros órgãos, deslocamentos de servidores para o interior, dentre outras providências, o que demonstra a necessidade de constante aprimoramento do Processo Administrativo Digital;

 

4-    A Presidência constatou que as mudanças são necessárias, dentre outros aspectos, para ampliar o leque de informações oferecido ao gestor, antes da tomada de decisões.

 

Fonte - TRE/MT