Termina em 20 de setembro, o prazo para que os Municípios apresentem reclamações em relação aos dados da estimativa da população de 2011 publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no último dia 31 de agosto.

Os Municípios interessados poderão apresentar reclamações fundamentadas ao IBGE. O documento deve ser encaminhado diretamente ao gabinete da presidência do instituto ou então às unidades estaduais. Após examinar as contestações o IBGE deve enviar até o dia 31 de outubro de 2011 as estimativas definitivas ao Tribunal de Contas da União.

As estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários, e um dos parâmetros usado pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios (FPM).

Segundo os dados divulgados pelo IBGE, estima-se que o Brasil tenha hoje 192.376.496 habitantes, 1.620.697 a mais que em 2010, quando a população chegou a 190.755.799.

São Paulo continua sendo a cidade mais populosa, com 11,3 milhões de habitantes, seguida por Rio de Janeiro (6,4 milhões), Salvador (2,7 milhões), Brasília (2,6 milhões) e Fortaleza (2,5 milhões). A capital federal, que em 2000 ocupava o 6º lugar entre os Municípios mais populosos, passou, em 2011, para o 4º lugar. Belo Horizonte, que em 2000 estava na 4ª posição, em 2011 caiu para a 6ª (2,4 milhões), sendo ultrapassado por Brasília e Fortaleza. Os 15 Municípios mais populosos somam 40,5 milhões de habitantes, representando 21,0% da população.

Veja as estimativas populacionais aqui.

Foto: Elza Fiuza /NBR

Fonte: Agência CNM, com dados do IBGE