Durante a sessão plenária desta terça-feira (26/06), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos Ribeiro, distribuiu para os juízes membros que compõe o Tribunal Pleno as cartilhas de orientações elaboradas pela equipe da Secretaria Judiciária do TRE, que estão sendo distribuídas para os partidos políticos e candidatos de todos os municípios do Estado.


A iniciativa inédita no âmbito da Justiça Eleitoral tem como objetivo fortalecer os trabalhos de prevenção, colaborando na redução dos atos ilícitos praticados pelos concorrentes aos cargos municipais, por meio da disseminação da informação.

O TRE de Mato Grosso já confeccionou seis cartilhas didáticas, que abordam temas eleitorais estratégicos como a realização de Convenções Partidárias, Registro de Candidaturas, Ações e Representação Judiciais, Crimes Eleitorais, Prestação de Contas e Propaganda Eleitoral.

Ainda em fase de elaboração, o TRE de Mato Grosso também irá distribuir uma cartilha de bolso direcionada para os colaboradores que atuam no dia da eleição, atingindo mesários, agentes policiais e outros envolvidos com o pleito. Esse material trará as principais regras que os colaboradores da Justiça Eleitoral deverão observar no dia 7 de outubro.

O inteiro teor das cartilhas estão disponíveis no hotsite das eleições 2012, no endereço eletrônico http://www.tre-mt.jus.br/eleicoes2012. O material poderá ser reproduzido com os devido crédito.


RECONHECIMENTO AOS SERVIDORES

O desembargador presidente elogiou o trabalho dos servidores que elaboraram o material didático das eleições municipais. A coordenação dos trabalhos, incluído as etapas de edição e revisão do conteúdo, ficou a cargo da Coordenadora de Jurisprudência e Documentação, Jorcilei Marisa de Souza e da servidora Marcela Lopes. 'Este material, muito bem elaborado, confirma a dedicação, o profissionalismo e a excelência do nosso corpo técnico", disse o desembargador Rui Ramos Ribeiro.

O trabalho inédito também recebeu elogios do Diretor Geral da instituição, Mauro Sérgio Rodrigues Diogo. 'São iniciativas como essa que trazem o devido reconhecimento e respeito da sociedade, que elegeu a Justiça Eleitoral como uma das instituições públicas mais confiáveis do país".

Fonte: TRE/MT